Idioma

No Brazil, as holdings foram instituídas pela Lei n° 6.404 – a lei das Sociedades Anônimas – em 1976 e são sociedades não operacionais que tem seu patrimônio composto de ações de outras companhias. São constituídas para o exercício do poder de controle ou para participação relevante em outras companhias.


Principais modalidades de holding:


  • Holding Pura: sociedade cujo objeto social é a participação no capital de outras sociedades, ou seja, é apenas uma controladora e suas receitas são provenientes de lucros e dividendos de suas participações societárias.


  • Holding Mista: além da participação em outras empresas exerce exploração de outras atividades empresariais. Por questões administrativas e fiscais, no Brasil esse é o tipo mais usado, prestando serviços civis ou eventualmente comerciais, mas nunca industriais.


  • Holding Familiar: visa controlar o patrimônio de uma ou mais pessoas físicas de uma família, com bens e participações societárias em seu nome. Em outras palavras, o patrimônio é administrado por uma sociedade, constituída pelos membros da família. Todas as decisões relacionadas a esse patrimônio são tomadas na forma de deliberações, com a participação dos sócios.


Diante da complexidade de criação, gestão do negócio de uma holding e tratamentos contábeis, nossas soluções são customizadas para o melhor atendimento de nossos clientes.


Auditoria Independente Leia mais

  • Auditoria das Demonstrações Financeiras
  • Diagnóstico Contábil
  • Laudo Contábil de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil - Fusão, Cisão ou Incorporação
  • Revisão Limitada de Demonstrações Financeiras ou Informações Intermediárias
  • Procedimentos Previamente Acordados 
  • Adequação à Lei 11.638
  • IFRS
  • Pronunciamentos Técnicos - CPCs 
  • Trabalhos de Asseguração


Contabilidade Especializada em Holding Leia mais

  • Constituição de Holding
  • Lucro Real
  • Lucro Presumido
  • Obrigações Acessórias
  • Investimento em Coligada, em Controlada e em Empreendimento Controlado em Conjunto - CPC 18 e IAS 28
  • Método da Equivalência Patrimonial
  • Transações de Partes Relacionadas e Mútuos - Tratamento Contábil Adequado


Consultoria Contábil Leia mais

  • Aplicação do Método da Equivalência Patrimonial - CPC 18 e IAS 28
  • Avaliação Patrimonial - Teste de Impairment
  • Compilação de Demonstrações Financeiras - Adequação ao IFRS e CPC
  • Avaliação de Mudanças na Participação Societária
  • Classificação de Investimento como Mantido para Venda
  • Perdas por Redução ao Valor Recuperável de Investimento


Consultoria de Negócios Leia mais

  • Controles Empresariais
  • Levantamento, Mapeamento e Avaliação de Controles Internos